Quando a solidariedade é a principal bandeira de luta contra o coronavírus

O Grupo Ruas e Praças vem travando uma verdadeira luta de prevenção ao coronavírus. Desde que a pandemia chegou ao país, de modo especial em Pernambuco, a instituição tem se organizado para ajudar a prevenir os casos da doença entre a população em situação de rua e amenizar os impactos econômicos nas famílias que se encontram em vulnerabilidade social.

Para isso, o Grupo Ruas e Praças, além de realizar um trabalho de articulação política com outras organizações sociais, movimentos e coletivos para propor ações efetivas para a gestão municipal sobre os públicos citados, também tem feito ações de conscientização, mas também de doações de alimentos, materiais de limpeza e de higiene pessoal.

Doação de cestas básicas à população em situação de vulnerabilidade social

No início desta semana, educadores e educadoras sociais da instituição fizeram a montagem e a entrega de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social. Como o isolamento social foi a medida preventiva adotada, muitas famílias que moram nas periferias tiveram a renda financeira impactada, uma vez que a maioria são profissionais informais ou autônomos e não podem sair de casa para trabalhar neste momento. “Minha mãe vai ficar muito orgulhosa, porque eu estou levando uma cesta básica para casa. Estamos precisando”, disse um dos adolescentes.

Além dessas famílias, a instituição também doou fardos de alimentos para o Armazém do Campo, que fica no bairro de Santo Antônio, em Recife, e atualmente tornou-se um ponto de arrecadação de insumos e de preparo de refeições, incluindo café da manhã, almoço e jantar, para o público em situação de rua.

Doações ao Armazém do Campo, ponto de arrecadação de alimentos e de entrega de refeições à população em situação de rua

De acordo com especialistas da área da saúde, uma pessoa que segue exposta ao contato social, torna-se canal de transmissão do Covid-19 para mais seis indivíduos, dado que preocupa ainda mais a instituição, por considerar a população em situação de rua. Dessa forma, consciente da alta capacidade de contágio do coronavírus e para contribuir no achatamento da curva de casos, o trabalho de prevenção é a grande estratégia utilizada pela instituição.

Com muita criatividade, o educador social João Carlos transformou baldes de margarina em reservatórios com torneira, para armazenar água e as pessoas em situação de rua lavarem as mãos com frequência, assim como orienta os profissionais de saúde. A ação foi realizada com adolescentes no Parque Treze de Maio, em Recife, e, na ocasião, além de explicações sobre os cuidados pessoais que devem ser adotados a fim de prevenir o coronavírus, também foram entregues kits de higiene pessoal.

Doação de cestas básicas à população em situação de vulnerabilidade social

“Fomos em algumas casas para entregar alimentos e teve um caso que me marcou de forma especial. O menino, que no momento da doação não estava em casa, ao nos encontrar depois e saber o que fizemos, com olhos brilhando e um sorriso nos lábios, nos disse: ‘Que bom que você levou comida. Lá, a gente precisa tanto’ e em seguida começou a cantar e dançar. É uma cena que não sairá da minha cabeça. A realidade é dura, mas na medida em que podemos, nós fazemos a nossa parte”, explicou a assistente social Maria Eduarda Araújo.

COLABORE – Para doar alimentos, materiais de limpeza e de higiene pessoal para a população em situação de rua e em vulnerabilidade social, as pessoas podem entrar em contato pelos números (81) 98857-6387, 98875-8993 ou 99762-3028.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.